stuck in my world
sometimes we get to win, too
“A vida nunca nos dá soluções fáceis; nos põe sempre em um abismo onde, às vezes, a melhor solução é pular. Por que não gostamos de quem gosta da gente? Temos que ser fortes, amar em silêncio, sorrir para esconder uma lágrima e dizer que está tudo bem, sempre. O pior é ter que abrir mão daquilo que mais gosta, por uma pessoa que talvez não faria o mesmo por você. Às vezes me pergunto se estou nessa caminhada sozinha, ou se tenho pessoas verdadeiras ao meu lado, que realmente se importam comigo. Bom, o que eu tenho certeza é que o amor é uma droga! Comigo ou com outra pessoa… te desejo sorte e espero que seja feliz. O tempo passa e eu não posso esperar pra sempre, mas agora a melhor saída é deixar acontecer. Espero que o destino me surpreenda com alguma coisa e que me faça feliz.” (Os Insensíveis 4, Mariana Coelho)
« THEME BY SABEDORIAS, DETAILS + »

“Fazer as coisas nunca é tão bom quanto imaginá-las.”
Cidades de Papel (via mortici4)



papertownspapergirl:

“It’s easy to like someone from a distance. But when she stopped being this amazing unattainable thing or whatever, and started being, like, just a regular girl with a weird relationship with food and frequent crankiness who’s kind of bossy—then I had to basically start liking a while different person.” 


“I. Will. Miss. Hanging. Out. With. You.”
— John Green; Paper Towns (via justanotherface17)



so-personal:

everything personal





Mercedes-Benz Superdome in New Orleans. - September 25th, 2014